domingo, 1 de maio de 2011

Dia Branco...

A Contação de Histórias tece fios: todos os ouvidos colados a um coração que pulsa uma história, que se verte em canção...

Foi assim que aconteceu: uma lenda indígena - A Lenda da Vitória Régia, um cantinho especial e os amigos artistas trabalhando: Tia Carol no pincel; Tia Soraya na expressão corporal; Tia Bia Bedran na versão em vídeo; Guinho Frazão na composição de uma inesquecível canção e eu na narração... A Sinfonia estava pronta... Os acordes passados e repassados...

E tudo virou um momento único, ímpar que eu compartilho com vocês...
 
No mais: outras rodas virão...

Besos!



2 comentários:

Jefhcardoso disse...

Olá Silvia!
Parabéns pelo grande trabalho!
Colha bons dias e prazer em estar aqui!

Convido para que leia e comente meu texto “Armelau fica para o almoço” no http://jefhcardoso.blogspot.com Espero que curta. Valeu!

“Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia” (Jefhcardoso)

silviacastro66@hotmail.com disse...

Oi, querido...
Obrigada pelo carinho e vou ler seu texto sim...
Bjs!
Silvia Castro